Orações pela Humanidade

São Paulo 26 de Julho de 2017.

 

Caríssimas irmãs e irmãos:

 

Juntamente com todos os membros ativos da Sociedade das Ciências Antigas (SCA) lhe convidamos a realizar este trabalho de Oração pela Humanidade. O trabalho coletivo é muito efetivo, uma vez que reúne a vontade e a intenção de muitos, em um mesmo momento, com um só objetivo, clamando à Misericórdia e à Compaixão da Providência Divina para que abençoe todo gênero humano, através de sua Graça Infinita.

Condensemos, portanto, o pensamento e a imaginação no símbolo da SCA (cruz Pattée, em anexo).

• Pode-se usar incenso, vela e música, esta prática pode ser feita de pé, sentado ou de joelhos.

• Fazer uma breve meditação. Aquietar a mente e as emoções, buscar o silencio interior.

• Pedir para que a Luz Divina abençoe seus trabalhos e que as Santas Hierarquias lhe deem assistência para a realização desta obra. Mentalizar o símbolo da SCA como elemento de união entre os participantes.

• Pedir à Santíssima Trindade para que atendei às nossas preces.

 

A prática conjunta, a ser realizada por todos os grupos da SCA se dará nos dias 29, 30, 31 de Julho de 2017, às 22h (horário de Brasília).

 

Oremos,

Por todas as Almas;

Por todas as almas encarnadas;

Por todas as almas que passam por novas experiências e aprendizagens rumo à evolução;

Por todas as almas que sofrem, para que obtenham a graça do entendimento e da esperança;

Por todas as almas desencarnadas;

Por todas as almas que vagam no astral na desesperança e solidão;

Por todas as almas que morreram de forma trágica e repentina:

Pelas almas que se mantém afastadas da Luz e desconhecem o nome de Deus;

Pelas almas que carregam doenças que se manifestam no corpo físico;

Por todas as almas evoluídas que auxiliam na evolução de toda a humanidade;

Pelas almas dos antepassados, para que perdoem e sejam perdoadas;

Pelas almas que estão prestes a encarnar, para que tragam Luz e alegria a este mundo;

Para que todas as almas sintam o chamado interior e manifestem suas virtudes e qualidades;

Para que as almas se devotem ao trabalho de auxílio ao Senhor;

Por toda humanidade e

Pela Misericórdia Divina, Amém!

 

Salmo 130: “Das profundezas clamo a ti, ó Senhor. Senhor, escuta a minha voz, estejam os teus ouvidos atentos à voz das minhas súplicas”...

 

Imagine todo o planeta envolto numa Luz azul de Saúde, Paz e União. Terminar a prática com um profundo agradecimento ao Pai Eterno.

 

Fraternalmente,

 

Sociedade das Ciências Antigas

Presidente